terça-feira, 26 de agosto de 2008

doppler fetal

Chegou o meu doppler fetal. Encomendei um doppler fetal porque estava neurótica por não ouvir o bebé.
Agora estou neurótica por achar que o coração do bebé é lento.

3 comentários:

Supertatas disse...

que tolinha, graças a deus!!!

Mesmoudi disse...

Ó miúda "barrigudita" futura-mamã, não te preocupes! A tua "doença" é perfeitamente normal, contagiosa e tendencialmente exponencial. Só tenho uma "má" notícia: NÃO TEM CURA. Primeiro, são os medos/preocupações de como estará ele lá dentro? Será que vai nascer perfeitinho? É os dentes, os sonos, as chantagens, mais tarde, é a crise da adolescência, o ficar preocupado se vai beber e conduzir, se vem tarde, os amigos com quem anda... Passa, mais tarde para será que vai ser feliz no casamento? Depois é... isto e aquilo. Até ao fim dos teus dias, vais te preocupar com o Jr (ou "Juniora", ah ah ah), mesmo quando ele(a) tiver 60 anos!! Queres um conselho? Eu sei que ninguém os quer, mas aqui vai: GOZA A MATERNIDADE! Não te preocupes/assustes por antecipação ou em excesso. Se pensares muito nisso, nem vais notar que acabaste de te deixar ultrapassar por uma das fases mais bonitas... embora, nem sempre das mais fáceis, admito.

Melissinha disse...

Adoro esta malta esclarecida!
Toda mãe rookie devia ter um padrinho veterano.
Obrigada pela sabedoria, Karim.