terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Popota

Ando cada vez mais cansada, pois cada vez durmo menos. Um útero a 30 cm do osso púbico tem o seu preço na qualidade de sono.

A minha simpatia vai hoje para as pregnantes com emprego com horário pré-estipulado. Eu sempre posso, quando a natureza manda, encostar-me aqui na cadeirinha e passar pelas brasas.


6 comentários:

Supertatas disse...

o corpo é uma maquina mto bem feita, e estas mazelas do fim de gravidez servem para te ires habituando a sonos pequenos e a várias horas do dia, a um ritmo diferente etc para que dps não te ressintas qd o gabi nascer ; )

Melissinha disse...

Ora aí está a resposta cretina do ano! :P

manue disse...

LOLOL a supertatas adiantou-se, eu também ia dizer isso, que é o teu corpo a habituar-te a dormires pouco LOL
ah pois é bébé!

Mas vamos pensar positivo, pode ser um bébé dorminhoco e aí em vez de dormire pouco, terão só um sono interrompido pelas mamadas! Aliás parece-me que o significado do nome Gabriel é "pessoa que dorme muito e deixa os pais dormirem" :)

Hugo disse...

"pois cada vez durmo menos"
lolol

Melissinha disse...

Ora aí está o marido cretino do ano!

Ana C. disse...

Não, não, não. Nenhuma destas respostas está certa. Não era suposto dormirmos bem para o nosso organismo se preparar para tortura da privação do sono? O ideal seria ibernar no ultimo mês.
isto é mais uma partida da natureza e não uma dádiva.