quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Mais uma urgência de feng shui

Tenho a casa ATULHADA de comida. Se houvesse um hecatombe nuclear, acho que a minha família duraria mais do que as coupon ladies do TLC. Não sei como cheguei a este ponto - provavelmente por andar mais em restaurantes do que devia.

Enfim, sou uma tipa que gosta de espaço, e espaço nos armários e congelador também contam. Como já devem ter reparado, não preciso de espaço para pôr lá mais coisas, preciso de espaço para respirar melhor.  E ter comida a mais em casa dá-me crises de asma e problemas de consciência também.

Por mim, daria tudo a alguma instituição, mas não conheço nenhuma que receba congelados, por isso, só me resta ir comendo tudo aos poucos e não comprar mais nada até ter feito a digestão a tudo.

A partir daí, compro algumas latas de feijão para a despensa (nunca se sabe quando teremos um hecatombe nuclear) e, de resto, acabou-se a mania dos stocks. CABÔ. Vou comprar o estritamente necessário para a semana, como fazia dantes.

Assim será.

7 comentários:

disse...

Melissa agora fizeste-me lembrar um programa que vi nos 60 minutos. Pessoas que andam armazenar comida há anos para o fim do mundo - 21/12/2012.
Pelo sim pelo não...:)

Melissinha disse...

ahhh, mas eu a esse fim do mundo escapo bem!

gralha disse...

Conteúdo do meu congelador hoje: Meio saco de ervilhas, uma caixa de abóbora, um tupperware com canja.

Conteúdo do meu frigorífico hoje:
Meio pacote de leite
Um iogurte sólido
Um iogurte líquido
Meio pacote de margarina
5 folhas de alface
2 tomates
tangerinas
5 ovos

Chego sempre ao fim da semana sem comida porque cumpro a lista de refeições semanais como uma dona-de-casa nazi. Adoro ver tudo vazio :)

Melissinha disse...

Eu também, não sei que bicho me devorou.

Jo e Mila disse...

Ai Melissa, como eu te entendo, essa do espaço para conseguir respirar. A minha casa nos últimos tempos anda tão, mas tão caótica, que me basta pensar nisso para sentir falta de ar... O problema é que eu precisava assim de umas férias sozinha em casa, sem marido, nem miúda, nem cães nem nada, apenas para me dedicar à limpeza e reorganização. E olha que eu quando me dá para arrumar vai tudo, quer faça falta e ou não!!!

triss disse...

O meu problema é a despensa, o verdadeiro caos instalado. Só no departamento das massas tenho 5 pacotes grandes de tagliatelle, e cerca 10 spaghetti (sem contar com os cotovelinhos, farfalle, penne, etc).
O frigorífico chega sempre ao final da semana relativamente vazio.

Melissinha disse...

Aaaaai, Triss, essa quantidade de massa não te sufoca?
hahahahah preciso de medication.