segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Expectativas

É comer decentemente com uma colher, é aguentar uma noite completa sem fome...
Porque é que eu exijo tanto dele, o meu bebé lindo e pequenino?
Sinto que às vezes concentro-me mais no que ele ainda não faz do que nos seus passos gigantescos.
Ele que faça a merda que quiser com a sopa e que me acorde aos berros para comer.
Não reclamo mais.

(já vira e desvira com muita facilidade :))

9 comentários:

Marina disse...

Às vezes damos por nós a querer que eles façam mais, digam mais, a querer que cresçam e não dêem tanto trabalho. E esquecemo-nos que esta idade doce não dura para sempre e aproveitamos de menos. Uma senhora aqui da terra costuma dizer, embevecida a olhar o meu Manuel, "ai esta idade deixa tantas saudades..." Acredito que sim, e que um dia olharei para trás e lamentarei não ter desbundado mais o meu filhote. Não é que não o aproveite, mas como ser insatisfeito que sou, acho que fica sempre um bocadinho que podia ter feito e aproveitado melhor. Bjs

Melissinha disse...

Disseste tudo, Marina! :)

Mafalda disse...

tá tão grande esse teu puto lindo!! confesso que regalei a vista ao ver essas pernocas boas! :)
Melissa, mãe é tudo igual. Queremos sempre que eles durmam a noite toda, que comam tudo, que façam gracinhas, que digam adeus, que batam palminhas, que andem, que gatinhem que isto que aquilo. Eu contra mim falo e a verdade é que eles têm o próprio ritmo deles e mais não podemos exigir. Apenas respeitar e amar, amar muito. A minha filha tem 10 meses e meio. Não diz adeus, não bate palmas, ainda acorda durante a noite a pedir comer quando lhe dá na real gana, não anda nem tem tendência a agarrar-se às coisas para se pôr de pé e fico piursa quando as pessoas me cobram por isso com comentários do género: 'ah, ainda acorda durante a noite?', 'oh, não gatinha?', 'oh, não diz adeus?'
Como já te disse no FB, a resposta que geralmente dou é que ela tem a vida inteira para fazer isso tudo! Claro que às vezes queremos mais, queremos vibrar como as outras mães, queremos que eles façam isto e aquilo, mas sem stresses. ;)
Eles crescem mesmo tão depressa que nem vale a pena stressarmos com o assunto.
Beijos*

Anabelaqbd disse...

Olá,
Apesar de não ser mãe, acho que isso é comum a todas as mães.
Ele está lindo, tem um sorriso...
Bjs

Ginguba disse...

Daqui, da mãe de universitária quase a saír do ninho, vai a confirmação! Aproveitem bem os bebés. Eles crescem!!!!
( Que saudades da minha filha com 6 meses!)

Melissinha disse...

:) adoro as minhas ciberamigas cheias de bom-senso e tranquilidade!

Maria disse...

Acho que isso é sentimento natural de mãe..
Lindo que ele está..;)

Ana C. disse...

Podes crer tens aqui um grupinho de mães muito sensatas :)
Cada bebé tem o seu próprio ritmo...

Mulher a 1000/h disse...

Olha, na última consulta a que fui, perguntei ao pediatra se ele achava normal a minha filha com 15 meses ainda não falar... ele, olhou para mim com cara de caso e disse: "Minha senhora, uma criança só não fala se for autista ou surda!" - MORRI, ele fez uma pausa de 10 segundos e continuou: "Não me parece que a sua filha tenha nenhum desses dois problemas, logo é uma questão de tempo! A aquisição de fala faz-se dos 12 meses aos 3 anos!". Com o susto da pausa, dei muito valor ao que ele disse depois... é uma questão de relativização das nossas expectativas e ansiedade e compreendermos que os nossos filhos têm o seu próprio ritmo e tempo! ;)