domingo, 13 de março de 2011

Se um dia escrever um livro

Este vai andar por lá de certezinha.
Ando a relê-lo e, caramba, adoro aquele tipo de crescendo.
É de meninos grandes.

5 comentários:

Pekala disse...

sério?epá não tenho pachorra nenhuma pra este gajo:p

Melissinha disse...

Só gosto deste. Mas gosto MUITO. É minúsculo e envolvente, mesmo não fazendo nada o meu estilo.

Tenho há anos uma história na cabeça que tem o mesmo tipo de explosão deste livro.

A mãe que capotou disse...

Li em inglês, tenho medo das traduções (desculpa), o Amsterdam também não é mau.
Mas é verdade que não consegui acabar o Atonement.
Continuo capotada, sem ler muito, mas ainda consigo comentar alguma coisinha. Nem tudo se perdeu, afinal.

Melissinha disse...

Mãe capotada, eu tenho a certeza de que só gosto deste porque tem 100 páginas. :) É que não faz mesmo o meu estilo. Mas é tão lindo.

Sei lá, sou esquizo.

Melissinha disse...

Esta tradução é decentíssima.