sexta-feira, 20 de março de 2009

Dia do Pai

É sexta à noite, depois de a pobre mãe ter passado cinco noites em claro para que o homem da casa descansasse o suficiente para ir trabalhar em condições e precisar claramente de umas boas oito horas na cama, sem ouvir choro.

2 comentários:

Ana C. disse...

Coitada Melissa, estás toda trocada. Ainda não é sexta à noite, estamos na tarde de sexta feira.
Eu sei o que isso é, acredita que SEI. Porque é que não vais tu trabalhar na vez dele?
Ps. Dei inicio a outro blog asblogonovelas.blogspot.com

Melissinha disse...

Quero que a Ordem dos Advogados me devolva o Hugo!
Falta pouco, mais uma semana.
Já vi o blog novo, mas ainda não consegui ler, o puto tá chato como o raio hoje.