domingo, 15 de março de 2009

Vejo-me por vezes a perguntar

Como é que uma gaja tão estabanada, tão sem regras, e um gajo tão cabeça no ar conseguiram juntos fazer uma coisinha tão perfeitinha, com os dedinhos todos das mãos e dos pés e perfeitamente funcional. :)

1 comentário:

Tropezinha disse...

lol!!! que descrição tão perfeita!