quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Gabriel é um herói

Não, não é um herói por ser meu filho e sobreviver.
É um herói na maneira que lida com os seus cocós.

Farto-me de ler em fóruns de mamãs sobre putos a sofrerem horrores com prisão de ventre, chorarem os pulmões para fora, e as mães enlouquecidas a meterem-lhes merditas tubulares cu acima a ver se resolvem, um drama de proporções mexicanas.
O meu filho tem andado com prisão de ventre desde que introduzi papa e maçã, mas não berra. Não, não berra. Espreme-se. Espreme-se até os olhos saltarem das órbitas e ficar da cor duma lagosta, para depois arfar, arfar. E espreme-se outra vez, até produzir o seu pequenino ovo de cocó rijo. Obra dele, mérito dele, só.

MORRO de orgulho.

6 comentários:

Sofia e Beatriz disse...

LOL
Um esforço para ter os eu troféu :P

Mas não te custa, ver o rapaz em tamanho esforço??

Bjitos

Melissinha disse...

Custar, custa, mas sabes que como ele não chora nem nada, acho que o é mais esforço do que sofrimento.
Eu fico na torcida.
Ele a espremer-se e eu: força, meu amor, força.

Melissinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patlizia disse...

ahahaha...mesmo a homen, mesmo a heroi!!
Torço por ele tambem!

Mafalda disse...

ahahaha, o que eu me ri agora! a madalena também fica assim, tal e qual, e vermelha, vermelha, que nem uma lagosta suada! às vezes, até a língua deita fora para dar mais expressividade à 'coisa'! mas quando era pequenina, mini-mini, confesso que lhe pûs coisas 'tubulares' pelo rabo acima e mesmo assim, muitas vezes, nada! lol

Supertatas disse...

ahhahahahahaahahh que lindo :')
mas isso é estranho, normalmente a papa solta :D