quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

A Cátia e o seu bebé

Perguntei à Cátia sobre como estava a correr a maternidade, pois já se passaram alguns meses desde o nascimento do Sebastião e ainda não sabia nada. Munindo-se de todo o palavreado do mundo, ela escreveu, escreveu e escreveu mais um pouco.
Achei engraçado notar, querida, que mesmo tendo tomado opções tão diferentes das minhas, as preocupações e as angústias são iguais. Detesto a expressão "mãe é tudo igual, só muda de endereço", mas acho que nos enquadramos bem no "todas diferentes, todas iguais".
Depois de ler o que escreveste, só me resta desejar-te assim, meio tardiamente, as boas vindas a este mundo cheio de dores e delícias que é a maternidade.
Nunca mais voltamos a ser as mesmas - e a maior parte do tempo, isso é bom.

5 comentários:

Ana C. disse...

Ainda não li o que ela escreveu, mas tenho que te perguntar se viste a Oprah sobre a maternidade e os testemunhos mais sinceros do mundo de algumas mães desesperadas. Foi de morrer, espectacular:)

Melissinha disse...

Não vi, bolas.

Ana C. disse...

Olha nunca vi mães tão sinceras. Uma delas até confessou que usava o truque de se pôr a chorar à frente do filho para que ele ficasse um bocado em estado de choque e lhe obedecesse...
Outra dizia que ter o filho foi o maior abalo da sua vida, que nada do que lhe disseram sobre a maternidade a podia ter preparado para o avalanche que foi ah e que nunca, mas nunca teria outro filho :)

Mafalda disse...

quando uma confessou que não deu banho aos filhos durante 3 semanas, outra que a meio de uma viagem - onde todas as crianças dormiam - para não ter de parar e acordá-los urinou para dentro de uma fralda do filho e outra ainda que disse dar pizza ao pequeno-almoço às crianças!! isto é que foi sinceridade!!!

We Are Not Tyical - WANT disse...

hi, hi, ainda não fiz dessas com o Sasha mas já estive quase. Compreendo tão bem a mãe que teve que recorrer ás fraldas dos filhos é que a última coisa que queremos é acorda-los numa auto-estrada. Nós já fomos ao Porto 2 vezes com o bebé e até suplico aos anjinhos para que não acorde.
No outro dia estava eu a contar a uma amiga sobre esse programa e ela ficou chocada com essa mãe que deixa as crias 3 semanas sem banho. "isso roça a negligência" - diz ela. "Não tens filhos ou compreenderias perfeitamente" - digo eu. lol