domingo, 27 de janeiro de 2013

Nem tudo são perdas ou o lado bom da bronquite furiosa

Estou a lê-lo apenas com pausas  para gemer há dois dias. Está a acabar e é uma entrada direta para os meus livros-presente, aqueles que me ensinam e me dão coisas - neste caso, me devolvem coisas. Falarei mais sobre isto quando ganhar distância e recobrar neurónios. Por ora, leiam o livro: julgo que seja à prova de gostos, há qualquer coisa para todo mundo.

E não, não há em português.

(Ora, eis um que adoraria traduzir).

6 comentários:

Ana C. disse...

traduz para mim.

Melissinha disse...

Mando-te o orçamento daqui a 15 minutos!

Melissinha disse...

Casaca, tu PASSAS-TE com este livro. A sério.

gralha disse...

Olha, podes emprestar-mo lá pelo Dia de São Valentim? Estimá-lo-ei ainda mais com as bactérias que vivem entre as páginas :)

Melissinha disse...

hahahaha sim. Vai com uma caixa de ilvicos a servir de marcador.

Ana. disse...

Já tenho!
Bem, se visses a minha lista de leitura!! Tenho quase 30 livros para ler! - Só não sei bem quando...