segunda-feira, 4 de março de 2013

Curtas de quem anda de dieta de Facebook

- Quem inventou que unhas coloridas eram mais bonitas do que unhas incolor? Não pensaram na trabalheira, no dinheiro gasto? E no prazer inexplicável que é andar a raspar o diabo do verniz? Está tudo contra. Tudo contra.
- As bolachas arco-íris da La Dolce Rita são a melhor coisa que já comi em toda a minha vida. São indescritíveis. Não sei se deviam existir. Não sei se as deva recomendar. A sério, sem palavras.
- Como sempre, chove num dia de passeio da escola do Iéu. Morro de pena.
- Vi os bed pockets no blog da busy woman e fiquei obcecada com a possibilidade de ter dois quadrados de espaço a mais em casa.
- Comecei finalmente a ler o Freedom depois de todo mundo, tal como Zafón e, tal como em Zafón, estou maravilhada. Ando numa fase farta - fartíssima! - de ironia (que julgo que ganhará em breve lugar de honra nos meus ódios de estimação estilísticos, ao lado da "prosa poética"), mas aqui estamos noutro campeonato. Assim, vale.
- Continuo a pensar nas milhões de combinações possíveis para o início da vida académica do meu filho. Pensamentos circulares.
- O meu pai foi-se embora para um país novo mais uma vez, e, desta vez, está a fazer mais falta do que o habitual, pois passou imenso tempo por cá O Gabriel já se tinha habituado a tê-lo fora do Skype. Já disse que detesto ter apenas o Fernando por cá? E penso: e se tivesse trinta tias e cinquenta primos, será que ia gostar?
- Parem de escrever em mau inglês. Parem de escrever em inglês. Quase nenhum de vocês é bilingue, a confusão de línguas não se põe. É um hábito brega e imperialista. Deixem-se disso e procurem equivalentes em bom vernáculo. Aproveitam e ampliam o léxico, coisa sempre boa.
- Tenho pensado muito na minha mãe. Situações do tipo "O que diria ela?".
- Tenho dois projetos por concluir e um para atualizar (aquele contigo, Casaca) até o fim do mês. No fim de março, quem se lembrar disto que me pergunte como correu - por favor, não perguntem exatamente no dia dos meus anos, crueldade tem limite. Mas estou com fé. Estou farta de ter a gaveta cheia.

4 comentários:

ouvirdizer disse...

Não vou comentar tudo que agora não tenho tempo mas se andas de dieta de FB a Gralha vai começar a mandar-te bocas, é só para avisar, aqui que ninguém nos ouve, ahahahahahahah

Melissinha disse...

ainda não mandou nenhuma! :D
Mas tenho ido à noite. O Hugo sequestrou-me a senha, hahahahaha. Tenho 12 anos de idade.

Naná disse...

Só te peço que não comeces a ficar fanática como a busy woman...

Melissinha disse...

Eu sou a busy woman em modo natural desde que nasci, Naná :)Acredita, a fanática aqui sou eu.