quarta-feira, 20 de março de 2013

Numa tacadinha

 Em vinte minutos, chega-me um livro que vou adorar traduzir e mandam-me um filme (para traduzir, também) que há muito quero ver.

Assim, vale.

Passei umas semanas com poucochinho trabalho e o Hugo a encher o saco: Melissa, completa o O. Completa o O. Isto é uma OPORTUNIDADE, nunca tens dias com pouco trabalho. Faz a merda do O.
Não completei porque sou a rainha procrastinadora, mas falta pouco. Este fim-de-semana já devo ter o dossier completo do O. para o que se destina.

Afinal os dias calminhos eram mesmo uma oportunidade - pena eu ter percebido tarde demais, ou seja, quando a oportunidade cansou de esperar e fez chover trabalho fixe na minha cabeça.

3 comentários:

Naná disse...

Sua rainha da procrastinação :P

gralha disse...

Só sei trabalhar quando tenho muito trabalho. Ou estar deitada de papo para o ar. Não é assim com toda a gente?

Melissinha disse...

Deve ser, Gralha, mas tornou-se insustentável por cá. Tenho de rentabilizar o tempo morto (que pode ser muito), sob pena de me sentir o cocó do cavalo do bandido.

Posso livrar-me da prática do catolicismo, mas a culpa persegue-me.