segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Psicologia reversa conjugal

Eu - Aaai, Hugo, não consigo. Não consigo... (voz levemente embargada)... Não consigo resumir todo o Oscarizável em 1200 caracteres, é hercúleo, é intransponível, é absurdo e criminoso. É impossível. Não consigo. Mais vale parar por aqui e conservar a dignidade.

Hugo, sem tirar os olhos do caderno onde desenha - Então recolhe-te à tua insignificância e desiste.

Melissa dá meia volta e regressa  ao PC, sem dizer palavra.

7 comentários:

Isilda disse...

Olá!
Tenho um desafio para ti aqui http://netspice-vidasombria.blogspot.pt/2013/02/selo-para-quem-tem-poucos-seguidores.html

Melissinha disse...

(Os selos não tinham acabado em 2008?)

gralha disse...

Feitos um para o outro :)

(o meu, em situações semelhantes, rosna-me só um 'pára de gralhar.')

Ana C. disse...

Ele devia ter-te atirado ovos e gritado: Uhhhhhhhhhhhh
Vai masé conseguir, mulher!

Silvina disse...

Vais ver q com jeitinho isso cabe em 1200 caracteres! Força, que queremos mais boas surpresas este ano! ;)

Melissinha disse...

Silvine!!! De volta!

Oh pá, seria TÃO excelente, mas é praticamente impossível (não existe apoio para primeiras obras e o CV conta). Mas acreditem que só ter o dossier pronto já vai ser uma cena mais do que espetacularmente fixe.

(No entanto, devo dizer, a bem da honestidade, que confio muito no poder da minha história. Não é arte masturbatória, é mesmo uma história).

Naná disse...

Funcionou, não funcionou?!

Às vezes uma tirada de pura ironia é melhor que uma palmadinha nas costas...