sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Antes tarde do que nunca - II

Maravilhoso. Teatro do bom, mesmo em filme.
Adorei a escolha do elenco, com a Amy Adams ali pequena, no meio de dois titãs, exatamente como a sua personagem.

E pensar que perdi a peça com o Diogo Infante dá-me vontade de dar com o mindinho no canto da porta repetidas vezes.

6 comentários:

hugo lyra carvalho disse...

Mas para além do diogo infante havia a eunice munoz e pronto, nem um é o Philip Seymour Hoffman nem a outra é a Meryl Streep

gralha disse...

O Diogo Infante fez uma peça disto?

(estás a ver, para mim eram os dois mindinhos)

Naná disse...

Vi isto há uns meses e confesso que fiquei um tanto arrepiada... é mesmo muito bom!

Melissinha disse...

Isto é uma peça, Gralha, foi adaptada ao cinema. Adoraria ter visto, mesmo com a Muñoz.

Ana C. disse...

Muito bom mesmo e quase todo suspenso nos actores.

Ana C. disse...

O que eu queria dizer é que é sustentado pelos actores :) Com actores merdosos não funcionaria.