quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Dos prazeres simples e inexplicáveis

Lembram-se, caras seis leitoras, de eu ter dito há uns valentes meses (ou mais de ano) o quanto eu gostava de ficar a olhar plantações de abóbora e limoeiros carregados? Tenho descoberto outra cena, de uns tempos para cá:

ver uma pilha de papel a ser impresso numa impressora e a cair na bandeja, tudo bonitinho.

6 comentários:

gralha disse...

Se for laser, compreendo perfeitamente :)

Ana C. disse...

A sério?
Eu não conseguiria. Começo logo a tirar as folhas da impressora.

JS disse...

Eu gosto de ver o bolo a cozer no forno...

Melissinha disse...

isso é GULA, dona JS.

angela disse...

Isso é cansaço! Já dei por mim hipnotizada pela máquina de lavar roupa - aquelas peças a girarem eram tão tranquilizantes...

Melissinha disse...

Angela, boa :)