terça-feira, 14 de maio de 2013

Deixam um bocadinho de si connosco, levam um bocadinho de nós

De um mês para cá, tenho comprado pencas de pulseiras. Pencas. Não há uma quantidade-limite de pulseiras que me satisfaça, quantas mais, melhor. Amo-as. Fazem um barulho doido. Clic clac clic clac. "Tô certo ou tô errado?" Acho-as divertidíssimas e bonitas.

Legado da Rita, tenho a certeza.

Certezinha.

Será que levaste alguma coisa de mim, hein, moça bonita?

10 comentários:

Ana. disse...

Antes isso que droga!!!
;)

Melissinha disse...

Vou por um anel no polegar em tua homenagem, dona Meleh

Ana. disse...

Porquê, Mel?!
Gostas do meu, é?
;)

Melissinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melissinha disse...

Por acaso até gosto muito :)

Tenho 1,5 cm de polegar, por isso, fica sempre a parecer um mini-hipopótamo com uma bóia.

Mas com as pulseiras safo-me bem!

gralha disse...

Que conceito bonito, olha :)

Ana. disse...

Oh, Mel, adorei o teu anel de polegar!! É multifunções!!
;)

Melissinha disse...

Hahahaha xiu!

a palavra que me definiria aqui. disse...

De facto, deixou também muita droga! Em cada bolsinha um SOS de morfina.
Juro que não lhes toquei, se não se fuma eu não quero.

Adorei :)

Acrescento que a Rita nunca tirou as pulseiras!

Melissinha disse...

Peço desculpa, outros 5866 comentários deste blog, mas este último foi o mais cool de sempre.