quarta-feira, 28 de abril de 2010

Coisas que me dão prazer

Hoje fui almoçar com o meu irmão e demos por nós a falar de coisas que gostávamos imenso mas que reprimíamos, por serem parvinhas. Eu tenho várias coisas dessas, e decidi, há uns dias, que ia sim assumir esses pequenos prazeres, porque a vida é curta, é cara e eles não têm de ter uma explicação lógica, gosto porque gosto e pronto.

Portanto, aqui ficam duas taras: plantações de abóboras e limoeiros.

As plantações de abóboras foi algo adquirido no Verão passado, no Oeste. Adorava ficar a olhar para aquilo, um chão verde com grande bolas laranjas. É lindo. Parecia que a qualquer momento iam para ali explodir em carruagens.

Mas a minha cena mesmo é olhar para limoeiros carregados de limões. Acho o máximo, passo-me a olhar para aquela profusão, aquela abundância. Adoro os mais carregados, e adoro ver aqueles limões absolutamente mutantes, que parecem narizes de velhotes. Adoro ver muita fruta juntinha. Se não me reprimir, fico mesmo ali a dissecar aquilo. É lindo.

Pronto, e assim devo ter perdido os poucos amigos que me restavam. Bem que o meu irmão disse hoje, também: o que lixa o teu blog são as confissões.

5 comentários:

Ginguba disse...

ahahah
Nada lixa o teu blog, Melissa.Eu adoro as tua confissões!
:)

Ana C. disse...

Tu estás a snifar um limão? Sabes que quero plantar um limoeiro no meu jardim? Depois podes vir olhar e snifar sempre que quiseres.
A cena das abóboras copiaste foi dos anões confessa lá...

Supertatas disse...

limão é fixi

Melissinha disse...

A única coisa que se aproveitam nos anões são as pumpkins.

Ana disse...

Concordo..nada lixa o teu blog!! :D