sexta-feira, 15 de julho de 2011

A escola da Melissolândia

não é um centro de excelência bilingue com 16 actividades extracurriculares, mas sim, uma grande casa de formação para a vida - a vida a sério. Os alunos sabem porque estão a aprender uma coisa ou outra: têm a resposta para "de que isto me servirá para o resto da minha vida?". Na escola da Melissolândia há, como nas outras escolas, uma horta pedagógica, mas os alunos também vão para a cozinha e para a copa. Os alunos experimentam o funcionamento de diversas áreas da escola consoante as suas idades, ajudados pelos funcionários. Se há um muro a pintar, um pequeno arranjo a fazer, os alunos lá estão para ajudar ou aprender a fazer, e orgulham-se do resultado final.

A escola tem também um orçamento participativo, onde os alunos decidem onde são aplicadas verbas e verificam essa aplicação.

A escola não tem tantas salas de aulas. Os adultos não são autoridades inquestionáveis. O sucesso não é medido de forma linear. As visitas de estudo não são apenas a mosteiros e palácios, mas também aos escritórios dos pais dos alunos e a instituições várias ligadas à própria escola - ou não. Os alunos fazem trabalho voluntário através da escola, é uma disciplina como outra qualquer - vários tipos de trabalho, que os ajuda a escolher as suas próprias carreiras no futuro de uma maneira prática.

A escola da Melissolândia é um lugar que combate a alienação e a formatação dos alunos; todos participam, cada qual tem o seu valor, e todos contribuem com a sua diferença para algo maior. A escola da Melissolândia não é um ambiente artificial cheio de teorias desmotivantes e gente desmotivada que dizem preparar para a vida, a escola da Melissolândia é a própria vida em andamento.

9 comentários:

Ana C. disse...

Qual é a mensalidade? E paga-se o mês de Agosto?

Melissinha disse...

É pública, obóvio.

gralha disse...

Ia fazer a mesma pergunta da Ana C... Pergunto apenas se ainda há vagas e se temos de mandar almoço de casa.

Melissinha disse...

Há várias unidades na Melissolândia, caso não haja vaga numa, há-de haver noutra, nada temam.

Melissinha disse...

O almoço é feito na escola, com a ajuda deles - e eles também ajudam a elaborar o menu semanal com base em produtos sazonais e conhecimentos de nutrição que vão tendo.

Na Melissolândia, os alunos participam verdadeiramente em tudo.

Carla Barroso disse...

Parece-me que a escola da Melissolândia é a Escola do Método Moderno, já existe :) Adooooooooooooooro!

Melissinha disse...

A Melissolândia está dois passinhos à frente, porque acho que a Escola Moderna não se foca tanto na "escola" em si, é mais na aprendizagem. Mesmo assim, para mim, é de longe o que há de melhor por aí. Adoraria encontrar uma escola primária por cá que empregasse o método - só conheço infantários.

Carla Barroso disse...

Há primárias! E até acho que já há segundo e terceiro ciclos...
Eu acho que se centra mais nos alunos do que na aprendizagem, até porque lhes dá a liberdade de trilharem o seu caminho.

Melissinha disse...

Se souberes uma por cá, apita!