domingo, 29 de abril de 2012

Brinquedos mal resolvidos - Parte I, Querido Pônei Lilás


Este era o meu Querido Pônei (sim, com ^), o mais feio de todos. Queria tanto o lilás, minha cor preferida até hoje, com um arco-íris no rabo, mas não, só tive o ictérico.

Gosto muito deles até hoje, não faço ideia do motivo. Paro sempre à frente deles no Toys R Us. Mas hoje em dia são muito pequeninos, com um rabo pequenino, não dá para fazer muita coisa.

Tenho a teoria de que os brinquedos que desejámos muito na infância e não tivemos nos acompanham pelos anos afora, mesmo se não nos lembrarmos deles. É o meu caso com muuuuitos brinquedos, porque papai e mamãe não tinham dinheiro e as minhas avós tinham mais de 20 netos. Não havia muitas abébias. Vou postando por aqui alguns desses casos mal resolvidos, a ver se a coisa fica arrumada.


17 comentários:

triss disse...

O meu brinquedo mal resolvida é o bébé careca, shuiff:-(

gralha disse...

O meu: o barco de piratas da Lego. Vou resolvê-lo num destes Natais oferecendo-os aos meus rapazes. Os filhos também servem para isso.

Melissinha disse...

ahamm eu tou a pensar em comprar o pônei lilás para mim :/ Mas só se encontrar no ebay um dos velhos, os novos são parvos e não dá para fazer nada com a crina.

Melissinha disse...

Mas tenho mais alguns, tenho tenho.

c disse...

O meu brinquedo mal resolvido não podia ser mais deprimente: uma Barbie. Por outro lado, hoje sinto orgulho em só ter tido uma Tuxa, morena e não anoréctica.
(Gralha, os meus filhos têm um barco de piratas da playmobil a apanhar pó em cina do armário. Era o brinquedo mal resolvido do pai.)

triss disse...

Gralha, já dei por mim a comprar um brinquedo mais para mim, que para a minha filha...
Melissa, fazer cenas com a crina, só tranças não?
Ó que saudades da tuxa.

Melissinha disse...

Tranças, várias tranças, buns, fitas e fitilhos, pôr ganchos, fazer o animal de ventoinha.

gralha disse...

Não seria antes este? http://stargleamer.ecrater.com/p/8776708/windy
Com a crina a condizer com o teu cabelo e tudo.

(por muito pouco que me apeteça trabalhar hoje, já dei voltas e voltas à net e não encontrei nenhum lilaz com arco-íris no rabo)

Ana C. disse...

Suas mal resolvidas do caraças.
A Alice teve um pequeno pónei de tamanho normal e não foi assim há tanto tempo. Deve haver por aí um para comprares e meteres em cima da cama, ao lado do resto dos peluches e almofadas coração.

Melissinha disse...

Casaca, vai brincar com os bules.

Melissinha disse...

É EEEEEEEEEEEESTE!!!!
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-229826579-brinquedo-antigo-estrela-meu-querido-ponei-roxo-anos-8090-_JM

(tinha a certeza de que era um arco-íris no rabo).

Mafalda disse...

o meu brinquedo mal resolvido era um carrinho de bonecas com alcofa, coisa que naquele tempo, era um verdadeiro luxo. A minha mãe não me comprou nenhum e a minha avó (mesmo sendo eu na altura neta única, idem). Herdei um de ferro, com um pano de tecido que só dava para sentar as bonecas e que já tinha sido da minha prima mais velha. Odiava.
(mas também tenho vários)

Melissinha disse...

Ihh, Mafalda, tenho um história parecida, será o próximo episódio dos Brinquedos Mal Resolvidos!

gralha disse...

Havia qualquer coisa de muito relaxante em pentear aquelas crinas néon com a escova minúscula. Provavelmente, Freud explica isso.

Melissinha disse...

Façamos um póneiclub. Escovar crinas é mais fácil do que fazer malha.

triss disse...

Basicamente a Melissinha é culpada da malta não ter trabalhado depois do post dela.
Mea culpa, também eu andei na net a ver póneis e bébés carecas, que não encontrei, e tuxas.
(e devo dizer que me recordo muito bem do rabo arco iris do ponei, tenho a certeza)

Melissinha disse...

Escrevam, pessoas com brinquedos mal resolvidos, escrevam!