quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Um pequeno post daqueles

Hoje de manhã, e por causa de uma epifania que tive na 3a feira, tinha feito uma resolução de Ano Novo: parar de me irritar tanto e levar tudo com mais leveza. A energia que desperdiço com pequenas obsessões saem-me caro em horas perdidas a elocubrar, em qualidade de sono, em várias coisas.

Depois apercebi-me de que essa resolução era apenas uma maneira de eu perpetuar a minha absoluta incapacidade de dizer o que me magoa e o que me desagrada: já sei que frontalidade é algo que não me corre no sangue (diria que em 75% das vezes, para meu próprio bem) e também já sei que as pequenas obsessões que vêm da minha falta de frontalidade me envenenam.

Estou, portanto, num impasse em termos de resoluções de Ano Novo.

Se calhar faço outra dieta.

2 comentários:

gralha disse...

Sabes que sou frontal em 89'7% das vezes e mesmo assim consumo-me demasiado em irritações. Acho q n é por aí. Solta mais epifanias para a gente, q havemos de chegar a algum lado.

Melissinha disse...

As minhas epifanias são do mais cliché que há, Gralha, a sério :D