quarta-feira, 2 de maio de 2012

Crónicas do Encolhimento - o plateau

Caramba, dou UM DEDO para que o raio do sapo volte a saltar. UM DEDO.
Pessoas que já estiveram lá (Vera?) Como voltaram a emagrecer? Choque calórico? Mais ginástica? Mais vergonha na cara? Bruxariazinha básica?
TOPO TUDO.

14 comentários:

Ginguba disse...

Melissa, não é que eu seja propriamente especialista no assunto, mas já tive uma fase em que quis perder 10 quilos que tinha a mais. Dez quilos que se foram instalando devagarinho e quando eu dei conta, já não iam embora, entranharam! Fiz dieta, elaborada por mim, nada de científico que consistiu basicamente em cortar doces e gorduras. Não resultou, apenas me fez parar de engordar. Para perder peso a sério foi preciso mesmo o ginásio. E quando fui para um ginásio e levei aquilo a sério, pelo menos 3x por semana sem desculpas para não ir, em pouco tempo perdi 12 quilos! Depois foi gerir a coisa e tem corrido bem! Para ti, não sei mas para mim é MAIS GINÁSIO- Gastar sempre mais do que se ingere! Topas tudo? Ginásio todos os dias. SEM DESCULPAS!

Melissinha disse...

A minha relação com o ginásio precisa de divã :D

Ginásio todos os dias, topei. Topei!

manue disse...

eu nunca passei do "platea", com pena minha, ou seja nunca conseguir descer abaixo daquela flutuação do costume. Mas querias perder quantos mais?

triss disse...

Eu emagreci imenso quando arranquei 2 sisos de uma vez, basicamente não consegui abrir a boca durante dois dias, só bebi sopinha por uma palhinha. Não recomendo.

A Ginguba tem razão, tens mesmo de malhar.

c disse...

Eu perdi 10 kg com a "dieta das horas" e algum exercício (organizado por mim, diria que o equivalente a 2 idas ao ginasio por semana). O que é a dieta das horas? Aquela que suprime os hidratos de carbono a partir da tarde. Nada de radicalismos. Pequeno-almoço e almoço normais (sem muitos abusos, claro) e ao lanche e jantar só legumes / fruta / laticínios / proteína. A teoria é conhecida: a energia que se ingere até meio do dia é gasta durante o resto do dia, a que se ingere depois acumula-se. Também não estava muito crente, mas a verdade é que funcionou.
De resto, é normal haver fases em que o sapo se torna muito renitente. É fincar o pé e ser mais persistente que ele. Estás no bom caminho!

Melissinha disse...

Manue, ainda vou meio do caminho - que será longo, mas pretendo percorrer o resto do sapo até ao fim do ano, sobrando assim uns 5 kgs para o ano que vem, sem pressas.

Eu já passei da última flutuação (que era tipo de 4 kgs para baixo e para cima) há cerca de 10 kg, e o corpo já mudou bastante. Mas confesso que, em vez de já estar habituada ao novo modo de vida, estou é cansadinha de não me sentar com latas de doce de leite. E o cansaço vem do plateau, claro. Muito chato querer uma lata de doce de leite, não a comer e não emagrecer na mesma.

É normal, é o corpo a acusar o emagrecimento, mas é CHATO, CHATO, CHATO.

Melissinha disse...

(Mesmo no fim do sapo, mesmo com os tais 5 kgs de 2013, continuarei bem gorducha. Tudo bem, eu sou gorducha, Deus fez-me gorducha. Obesa é que NUNCA MAIS. E já estou no grau 1, o que sabe muito bem :))

gralha disse...

Só posso relatar a realidade dos factos comigo: como pouco (ainda que coma todos os doces que me apetece) e corro duas horas por semana. Mantenho o meu peso habitual. É como tu própria disseste no início: resume-se à diferença entre o consumo e o gasto de calorias. Mainada.

Melissinha disse...

Mesmo com défice de calorias, às vezes o corpo empanca, Gralha. É merdoso. Além disso, eu não tenho metabolismo.

gralha disse...

O metabolismo é uma daquelas coisas que, lamentavelmente, Deus distribuiu com fraca equidade. Como a beleza e a inteligência.

Melissinha disse...

E o Homem tratou de associar metabolismo à beleza (e cagou um cadinho na inteligência). É um mundo de merda.

Hoje fiz 60 minutos de passadeira a subir, sempre a subir, e uns abdominais valentes. Só almocei sopa. Peso-me amanhã a ver se cutuco o sapo, mas duvido.

ouvirdizer disse...

Oi Melissa,
1.º informo que comecei a caminhada dos ultimos 10... e estou feliz... e vir aqui motivou-me muito!
Sabes, quando comecei a caminhada apoiei-me muito em blogs de emagrecimento, como o da Larissa.
O que mais me custou sempre foi mudar de etapa, estagnava sempre entre os 90 e os 89, depois ia a parava entre os 80 e os 79... O que fazia sempre, porque vontade de fazer ginástica é coisa que não me assiste, era mudar o método como me alimentava, comaçando com 2 ou 3 dias de detox.
Por exemplo, neste momento eu estava/estou estagnada nos 69/70 mas já estou assim há meses e mantinha já um modo de comer, de tudo, mas pouco. Para voltar a mexer, e já foram quase 2 kg, passei a comer só sopa ao almoço e jantar, voltei a beber mais chá de salsa e limão (a salsa corta o apetite e o limão dá gosto ao chá) e cortei o pão totalmente. Voltei às 3 bolachas maria nos lanches, ou 1 iogurte. São mudanças que primeiro parecem um bocadinho drásticas mas o certo é que como sopa e fico bem. Ontem ao jantar os 4 homens lá de cada comeram jardineira e eu sopinha e fiquei bem.
Outras coisas que fiz, mas desde que comecei e nunca mais voltei foi a beber sumo ou coca-cola às refeições.
Outra dica, por causa do metabolismo, é o sumo de limão. Não abuso, mas foi um senhor com quem trabalhei, que escreveu nomeadamente a Carta gastronómica das Aldeias do Xisto e que me manda muitas informações sobre alimentação e num e-mail falava do limão e do metabolismo e olha que acho que me ajudou muito espremer sumo de 1 limão no café da manhã. Levanto-me e bebo uma chávena (das de chá) com café soluvel e limão. Acho que me ajudou e ajuda muito. Às vezes páro, porque me farto, mas agora já voltei. Uma outra dica é cortar com o leite, parece que explicam na Clínica do Tempo que, mesmo processado, o leite traz umas hormonas das vacas que afectam as mulheres, os homens já não... as vacas...
Em suma, aconselho-te o limão de manhã, não sei se bebes leite e sumos, mas eu cortei e uma mudança meio drástica na alimentação.
AINDA, e isto sim vai contra qualquer noção de nutrição, da 1.ª vez que pensei perder peso fui muito, muito drástica e fiz a USP (que não é universidade de são paulo), é uma dieta daquelas choque, um plano para 15 dias. Encontras facilmente na net. Há quem diga mal e quem diga que, por 15 dias, não faz mal, o que sei é que resulta e bem. Já a fiz por 2 vezes, depois do 2.º e depois do 3.º filho, para dar aquele arranque. A dieta é muito estranha mas faz-se bem, poque pensas que são só 2 semanas e passa rápido. Eu sempre comi muito, mas mesmo muito e a USP ajudou-me, simplesmente, a reduzir o volume/tamanho do estomago naquelas 2 semanas. É que o estomago encolhe mesmo e quando a dieta termina não tens tanta fome como antes e já notas resultados o que motiva muiiito(perdi 7kg e 5 kg, em cada uma das vezes), o que é estupido em 2 semanas mas, sinceramente, depois continuei a perder peso gradualmente porque já comia muito menos e só coisas mais saudáveis.
De maneira que é isto o que tenho/posso partilhar contigo.
Pelo que comia ultimamente - o que era muito menos em relação a antes - estagnei porque o corpo se adaptou, daí ser necessário dar um empurrão tipo choque. Realmente quando voltamos a perder peso ficamos tão mais felizes!!!
Vera
ps: eu escrevo muito, tal como falo, mas não encontri o teu e-mail no teu blog...

Melissinha disse...

OBRIGADA POR TUUUUUUDO, OUVIDIZER!

O que eu noto é que estou cada vez mais permissiva. E isso é a primeira coisa a ir à vida, antes de adotar medidas. Há um mês, por exemplo, se eu fosse à festa do dia da mãe do meu filho, levaria um iogurte. Hoje, comi que nem uma porquita. Por isso, primeiro tenho de corrigir isso - porque, sejamos honestos, deve ser isso, né?

Isto do meio da dieta é do caraças. DO CARAÇAS. Porque precisamos mesmo de um fôlego novo.

Iniciarei o sumo de limão. Vamos ver!

Melissinha disse...

Uma sorte que vou tendo é que o ginásio me dá cada vez mais prazer.