quinta-feira, 31 de maio de 2012

Pairar sobre o mundo - II

... E sabemos que ainda temos um longo caminho pela frente ao ver, no ginásio, um evento exclusivo para mulheres, com aulas de dança, maquilhagem, marcas de lingerie e outras coisas pink e um passarinho quase mudo lá dentro de nós queria muito "poder" ir, com este "poder" absolutamente intransponível na frase, e no segundo seguinte achamos aquilo tudo uma palermice fútil, uma imbecilidade para quem não tem nada na cabeça.

É puro desabafo, não procuro incentivo para ir, porque não vou. Mas quero muito tirar este " queria poder" do meu caminho de vez. Minha nossa, queria mesmo. Um dia conseguirei.

18 comentários:

Ana C. disse...

Pensaria exactamente assim face a um evento desses.

c disse...

Peso 55 quilos e jamais iria a uma coisa dessas :)

Full-time Mom disse...

Não acho nem deixo de achar fútil. Se queres ir vai. É por estares um bocadito gorda que não hás-de poder pôr-te bonita? Eu ía e "cagava" para as magras! :)

Full-time Mom disse...

Ah, e não acho que um evento assim seja para quem não tem nada na cabeça. É para quem quiser ir, burras ou inteligentes, e se for de graça é de aproveitar!

gralha disse...

Qual é a dúvida de que aquilo é uma imbecilidade para gente que não tem nada na cabeça?

(mas todos temos direito às imbecilidades que nos apetecer)

Ana C. disse...

eu quando digo que entendo, é porque acho sempre que aquilo não é para mim.
A parte do fútil é uma justificação que dou para mim própria.

Rita disse...

Pelo que dizes parece que não te sentes merecedora de estares num sitio como esse :(

Melissinha disse...

:) pá, é lixado :)

Melissinha disse...

Gostava de me sentir à vontade para ir a uma coisa assim mais do que propriamente ir. Mas não me sinto, a verdade é esta.

Melissinha disse...

Cê, spot on. É exatamente isso, embora por motivos diferentes dos teus. O meu motivo é estar apartada de tudo que seja corporal (embora cada vez menos).

Té F. disse...

Melissa independentemente de ser mais ou menos fútil mas porque raio é que tu não podes ir? Porque és mais gordinha? Mas achas que só as menos gordas podem usar lingerie, pintar as unhas, ir ao cabeleireiro, arranjarem-se...
O Sol quando nasce é para todas :)

Té F. disse...

Ou não vais porque essa não é a tua onda?
:)
Se for isso não estás sozinha! Essa também não é a minha praia :)

Ana C. disse...

Melissa, tu pelo menos pintas as unhas de vermelho, de vez em quando :)

Melissinha disse...

Pinto, sim. E arranjo as sobrancelhas, e uso lápis nos olhos e ocasionalmente, sombra.

Pronto, já me sinto uma perua. Bring it, evento-para-peruas-do-ginásio!

Melissinha disse...

Não é a minha onda, mas pelos motivos errados. Dá para entender? Acho que é isso...

Ana C. disse...

Arranjar sobrancelhas é fundamental à sobrevivência feminina. Até eu arranjo :) Não conta. Agora tudo o resto encaixa na peruagem :)

Melissinha disse...

hahaha a Cê a fazer-me sentir um pináculo de feminilidade.

Mariana disse...

Eu adoraria assistir a um evento desses!
Por favor, quando tenha alguma data me fala o dia e o horário porque estou muito interessada.
Num evento assim comprei maquiagem já que uso lentes bausch e lomb e tem que ser de boa qualidade.