sábado, 16 de junho de 2012

A minha manhã de sábado acaba quando as vossas começam (ou passo-a-passo de umas horas perfeitas para mim)

9h00 - deixo o Gabriel e o Hugo à porta da natação e vou ao talho. A carne do talho tá linda, compro carne para muitos e muitos dias e dois bifes muito bonitos para o fim-de-semana. Um saltinho a casa para pôr a carne no congelador.
9h40 - Vou buscar os dois à natação, ainda apanho uns mergulhos do Buchas - que adora me ver pelo vidro - e vamos à praça. O Hugo, que não costuma vir comigo, descobre que grelham couratos às dez da manhã e vê Deus. Já tenho companhia para as próximas 20 mil idas aos frescos. Descubro uma banca que vende rúcula fresquíssima a 80 cêntimos o molho e tomate olho de boi a 1,50 o quilo. Também há uns coentros perfumadíssimos. Também vi Deus. Fora isso, trago ameixas, morangos, cerejas, beterrabas, batatas, bananas, brócolos, beringelas e courgettes e gastei 11 eur. Como a praça voltou a ser um prazer depois de um mês - além de muito económica, acho que vou pôr a ideia das cestas de parte por ora.
11h00 - Quinta da Alagoa para nós bebermos café e o Gabriel brincar um bocado. Aproveito que os dois estão entretidos para ler um cadito um livro que tinha desaparecido quando eu ia a meio dele e agora voltou.
11h40 - Chegamos à praceta e há confusão na rua, ficamos um bocadinho a ver e a tomar partido. 
12h00 - O arroz integral e o meu chilli de soja já estão perfeitamente descongelados. Juntos os tais coentros pequeníssimos ao chilli, parto o tomate olho de boi e salpico-lhe orégãos. Refogo couve de caldo verde com alho e temos um almoço mesmo muito bom.
13h02 - escrevo este post já com soninho. Quando a maioria das pessoas vai agora sair para almoçar, casa dos avós, etc, nós provavelmente vamos dormir uma sesta. A vida é boa aos sábados. A vida é boa pela fresquinha.

3 comentários:

Ana C. disse...

Enquanto tu estavas a mercadar, eu estava a ver as Harleys a passar :)
Tenho que passar a ir ao mercado aos sábados. Vou arranjar um daqueles carrinhos com duas rodinhas e tudo.

Melissinha disse...

Sem carrinho é uma merda. Digo isso porque não levo o bobby há duas semanas.

Os mercados-mercados cá são caros. Mas em dia de feira é a festa, uma delícia - tudo muito fresco, da estação e baratinho. Experimenta ir lá abaixo numa quarta de manhã.

gralha disse...

Muito parecido connosco - se substituirmos a natação (que cá é às sextas) por uma mini-maratona Disney. Adoro os dias assim :)