quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A angústia do ano novo que começa no outono

Finalmente chegou.

Porque há três coisas de que preciso dentro dos meus dias úteis, das 9h às 18h, e seria tão bom se não precisasse de as renegociar:

- aumentar o volume de trabalho em 2/3 (inegociável e possível).
- três aulas de spin por semana (possível, porém altamente negociável)
- três horas a escrever o bendito Oscarizável e outros projetos por semana (não sei se possível, muito provavelmente negociável).

Não sou nada "you can do it!", sou muito mais de conhecer a minha natureza procrastinadora e acomodada. Era algo que eu pensava que o início do emagrecimento traria, mas não trouxe. Ainda nem fui de férias e já estou para aqui a pensar em como diabo vou fazer estas coisas todas e já tenho o diabinho a dizer-me que mais vale estar caladinha e não fazer planos.

ODEIO. 

Um dia, ainda fujo para o meio do mato.

2 comentários:

Naná disse...

Se fugires para o meio do mato, provavelmente não precisarás de fazer spin, e nem tens milhentas distracções para alimentar a tua veia procrastinadora!

Melissinha disse...

Pois, my point.