sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Já está na altura de mudar, ou não?

Já não acho piada às festas medievais. Caramba, aquilo é sempre a mesma coisa! A mesma música, os mesmos comerciantes, as mesmas distracções, ou seja, a mesma merda de sempre. Não há paciência. A ideia até é gira, mas convenhamos que, quando temos a mesma experiência todos os anos, a coisa começa a fartar.
Lembro-me que, durante os primeiros anos em que namorei com a Melissa, íamos muito vezes passear o romance a estes sítios. Óbidos, Sintra, Sesimbra, Almodôvar, eram parte do nosso itinerário e, bem vistas as coisas, funcionávamos um bocado como groupies das feiras medievais.
Desistimos disso. Nasceu-nos um filho e agora a oportunidade de voltar aos mesmos locais só para ver cavalos montados por gajos com uma espada na mão já não é a mesma. Já vimos o espectáculo! Toda a gente já viu.
Um dia destes apareceu-me a ideia. E se substituíssem as feiras medievais pelas feiras renascentistas? Era uma novidade que muito emocionaria as gentes. Até podia haver senhores a pintar quadros, mulheres gordinhas desnudadas a fazer de modelos, estátuas com senhores de pila de fora, uma caravela feita mais ou menos á escala no meio das ruas para os miúdos brincarem e príncipes florentinos a passear pelos visitantes.
O que dizem, malta das câmaras municipais? Temos negócio?


7 comentários:

Té F. disse...

Agora assim de repente estranhei a frase "...durante os primeiros anos que namorei com a Melissa" Quê?
:)))

Feiras medievais só fui a uma em Silves e gostei muito de todo aquele ambiente e toda aquela atmosfera...muito bem conseguido.
Pode ser que a tua ideia pegue :)

Melissinha disse...

Eu posava para um pintor.

(Aliás, uma pequena reflexão: o homem renascentista é David, um gostosão todos os dias. A mulher é a Vénus, com formas generosas. Porque é que David continua gostosão e Vénus virou gorda?)

Ana C. disse...

Eu compro a ideia das feiras renascentistas, com gajos a pintarem-te retratos, quais caricaturistas de Albufeira em bom e a esculpirem-te em 10 minutos:)
Vocês iam passear o romance para feiras medievais? A sério? E o romance gostava?

Té F. disse...

Melissinha o que eu estranhei foi tu teres namorado com "uma" Melissa ;) e depois vi que não foste tu a escrever!

Melissinha disse...

Sou esquizo, Té!

Cê, o romance teve sempre uma quedinha por fogazzas. E chouriço assado. Mas fartou-se das gaitas de foles - acontece aos melhores romances!

Melissinha disse...

hahaha esculpirem-me este corpitcho de Milo em 20 minutos. Adoraria a feira do Renascimento.

Naná disse...

Hoje vi uma alternativa: ir a banhos como nos anos 30 e levar o farnel e ir montado no burrinho.
Malta de vestimenta dentro de água com este calor é uma festa e pêras, calculo!