terça-feira, 7 de agosto de 2012

Mal de fígados - é disto que falo

Se vocês fazem disto... pois, disto, eu não gosto. É tudo muito igual e milimetricamente imperfeitinho.

18 comentários:

Té F. disse...

No meu ponto de vista o que vejo aqui no post são apenas fotos de momentos bem passados em família. Resumo de um mês de Julho que passou rápido e vai (se calhar) deixar saudades porque (se calhar) aquela mãe vai voltar ao trabalho...É assim que passa "o filme" na minha cabeça.
Gosto das fotos! e olha tem lá um café entornado ;)
Mas pronto, isto é apenas a maneira como eu vejo as coisas.

Melissinha disse...

Acho enjoativo como um cupcake, Té!

Melissinha disse...

Achei piada porque nem tinha visto este post que pus aqui antes de escrever o meu, e dá para fazer check em quase tudo com que barafusto.

Acho que fica tudo muito limpo, muito impessoal, muito igualzinho ao blog ao lado.

Bom, vou pensar na minha próxima barafustação.

Té F. disse...

Posso armar-me em puto (mas não leves a mal p.f.)
Porquê?

ouvirdizer disse...

Ia dizer o mesmo da Té, olha que está lá um café entornado...

Ana C. disse...

Acho que percebo a cena:
É como aqueles gajos que passam horas em frente ao espelho, só para ficarem com aquele penteado/despenteado, de quem não quer saber e saiu da cama para a rua.

Ana C. disse...

Meninas, aquele café foi entornado para a fotografia. Dahhhhh

Té F. disse...

Ana C. isso é quase preso por ter cão e preso por não ter :)))

Ana C. disse...

Falta genuinidade, é isso. Sentes que é artificial, não dá para explicar.
É uma imperfeição construída ao detalhe.

Ana C. disse...

Vou inteirar-me do outro post, que ainda não li.

Melissinha disse...

Pois. Para mim, falta genuinidade. Claro, podes sempre dizer que genuinidade é uma cena sobrevalorizada e que fixe mesmo é ver coisas bonitas e pacíficas com Norah Jones ao fundo, e eu respeito totalmente.

Mas falta-me vida naqueles eclairs, faltam, faltam.

Aliás, como acabei de dizer à Mafalda pelo chat (em que andei a fazer mea culpa por escrever torto e mal), eu não gosto do Pinterest, o Pinterest está para a vida como a Cosmopolitan para as mulheres: serve para fazer sentir que a nossa é feia. E que temos pouco jeito para tudo.

Naná disse...

Acho que a Calita ilustra bem que há imagens que podem ser mesmo muito ídilicas, mas que escondem tanto no que não dizem.

http://panadosearrozdetomate.blogspot.pt/2012/08/ha-palavras-que-as-imagens-nunca-dizem.html

O que te irrita, Melissinha creio que seja a ideia que querem fazer passar de as fotos transmitem aquilo que se passou na realidade, quando no fundo é tudo um tanto ou quanto encenado... será isso?

Melissinha disse...

Eu acho que é tudo encenado pelo filtro :) no mínimo.

Melissinha disse...

CLARO que já tirei frascos de ketchup do meio da mesa para tirar fotos, não digo que não, que excesso de realidade também fede. Mas não gosto dessa estética pastel. Não sou contra a edição de um modo genérico, mas essas fotinhas cor-de-rosa dão no saco.

Té F. disse...

Melissa tu és demais mulher :)
gosto de ti!

Melissinha disse...

Acabei de voltar do teu blog, Té, e adorei as fotos do batizado. Fotos normais, de gente normal a ser feliz. É disso que eu gosto!

Té F. disse...

ups!!! agora até me assustei, pensei que ias cascar em mim :)
Obrigada pela visita. foi um Domingo bem passado mas também houve bebés a chorar ;)

Melissinha disse...

hahahaha meu Deus, eu não casquei em ninguém, só na Bonnie :)