quarta-feira, 7 de março de 2012

Crónicas do encolhimento Parte V - o problema

Odeio ir ao ginásio. Não é odiar fazer o circuito (aguenta-se) nem a sensação no fim (divinal, amo). É IR. Tirar o rabo de casa. É sempre um drama vitoriano. A única maneira de conseguir ir é enfiar o Gabriel no infantário e bazar para lá logo de seguida, sem pensar muito. Se me esqueço de alguma coisa em casa, como foi o caso hoje, cá fico por mais umas horas.

Ora bem, como já disse, a única forma que consigo de garantir alguma assiduidade é indo pela fresca. Mas a melhor forma de fazer render o meu dia é ir às 15h, 16h, depois de ter o trabalho do dia despachado, porque me sabe sempre melhor, depois vou buscar o filho ao infantário e pronto, o dia está feito, ao passo de, indo de manhã, fico tão arrasada com o treino que preciso de tempo para recuperar, não chego a casa fresquinha para começar o dia (já falei que estou numa luta contra a obesidade, e não contra cinco quilinhos extra. Eu canso-me verdadeiramente no ginásio).
O problema de ir ao fim do dia é que tenho mais tempo para arranjar motivos para não ir. E arranjo. Arranjo sempre uns motivos perfeitamente convincentes.

Pronto, eis um problema horroroso e incontornável.

3 comentários:

c disse...

2as e 5as de manhã, 3as e 6as à tarde, às 4as pausa? (É tão fácil organizar a vida dos outros)

Melissinha disse...

hahahahahah
Todos os dias de manhã de 2a a sexta, menos hoje, e ñ se fala mais nisso. Engoli o choro!

Melissinha disse...

O "descanso" é ao 4º dia, mas faço cardio na mesma. Olha que tá a melhorar! Acho que é porque o duche do ginásio é divinal.